sexta-feira, 20 de abril de 2012

Mais uma Feira do Livro Mais umas Viagens


Quando eu era novo (mais novo) e tinha paciência e genica, ia todos os anos á Feira do Livro, ainda me recordo da feira na Av. da Liberdade (creio que durou até 1979) mas aí não comprava quase nada, porque não tinha dinheiro. O gosto pela leitura vinha desde muito pequeno, não sei quantos anos tinha mas, recordo-me de passar os olhos pelo diário de noticias para ver as fotos, depois vieram os livros de aventura (baratinhos; colecção condor, mosquito, mundo de aventuras e outras, que trocávamos como se fossem cromos) e na adolescência os livros só de letras, como era costume dizer para distingui-los. Li muitos com 14/16 anos quando trabalhei nos Cabos Ávila em 1968/70, tinham uma boa biblioteca cheia de clássicos. A partir daí, nunca mais parei de ler regularmente e durante anos fui um frequentador habitual de alfarrabistas, da Feira da Ladra (comprei lá quase todos os Ross Macdonald antigos que tenho) e lá em casa á livros por todos os lados. Costumo pensar que podia abrir um negócio de livros em segunda mão. Muitas vezes chego a ir a Badajoz comprar livros porque os espanhóis editam muito mais que nós e melhor. 

O Grave na Feira do Livro em 1989 ou 90, mais coisa menos coisa. Recorte do Tal & Qual.

Anos mais tarde quando estive na Cinemateca,  cheguei a trabalhar vários anos a vender as edições da Cinemateca juntamente com o falecido Filipe Jacinto e outros, num pavilhão dividido a meias (para ficar mais barato) com uma daquelas editoras pequenas. A feira era e é uma festa, ia-se lá várias vezes procurando com vagar e com atenção alguma "preciosidade" que estivesse escondida no meio do muito lixo. Os "livros do dia" também eram importantes por causa dos grandes descontos e todos os anos levava-mos para casa uns sacos bem carregados. 
Mas, chega de conversa, agora deixo aqui umas sugestões para quem gosta de cinema, já que neste país pouco cinema se edita e as edições da Cinemateca servem muito bem para colmatar essa falha dos nossos editores. São as melhores coisas que saiem sobre cinema em portugal e não são muito caras, comparando com muitos livros que andam por aí.

Aqui vão algumas sugestões.

Edições da Cinemateca por ocasião dos Ciclos: John Huston, Clint Eastwood e Raoul Walsh.

Edições da Cinemateca por ocasião dos Ciclos: John Carpenter, Fassbinder e Preston Sturges.

Edições da Cinemateca por ocasião dos Ciclos:  Cinema e Pintura e Rouben Mamoulian.

Edições da Cinemateca por ocasião dos Ciclos: Western, Michael Cimino e David Cronenberg.

Edições da Cinemateca por ocasião dos Ciclos: Eram os Anos 60, 70 e 80.

 Edições da Cinemateca por ocasião dos Ciclos: Paulo Rocha e Rino Lupo.


Raridades
Catálogos dos Ciclos de Cinema Americano: Anos 30, 40, 50 e 60/70.

Estes últimos escusam de procurar porque estão esgotados á muitos e muitos anos. Ficaram na história das edições da Cinemateca e Fundação Gulbenkian e quem os tem chama-lhes uns figos.


Edições da Cinemateca Portuguesa 


Sem comentários:

Publicar um comentário